Sobre

Em setembro de 2013 a Ação Educativa em parceria com a FuDe (Fundacion Futbol para El Desarollo) – com apoio e mediação da Terre Des Homme – iniciou um processo de implementação e expansão da metodologia do “Fútbol Callejero” (futebol de rua) nas periferias de São Paulo, junto a movimentos e organizações sociais que atuam diretamente na garantia dos direitos humanos. Ao longo de dois anos, as primeiras conquistas nacionais foram a realização do Mundial de Futebol de Rua e a participação da delegação brasileira na Copa América de Futebol de Rua.

Mundial de Futebol de Rua

Durante os dias 01 a 12 de Julho de 2014, paralelamente à Copa do Mundo da Fifa, o Mundial de Futebol de Rua reuniu 28 delegações vinculadas a organizações sociais de 24 países que atuam diretamente na luta pela garantia dos direitos humanos.

Neste encontro 300 jovens do mundo todo, com idades entre 17 e 21 anos, ocuparam a cidade e celebraram o encontro e as diferenças culturais. Foi realizada uma grande articulação junto aos movimentos sociais para realização de evento e contamos com o apoio e parceria do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e principalmente da Prefeitura de São Paulo e suas Secretarias Municipais de Cidadania e Direitos Humanos; Cultura; Esporte, Lazer e Recreação; Educação e Saúde. As delegações dos países ficaram hospedadas em 7 Centros de Educação Unificado (CEU), num importante movimento junto as comunidades locais e intercâmbio cultural entre as comunidades.

Tal ação somente foi possível por conta da articulação com organizações sociais que atuam na defesa dos direitos humanos e são definidas como Polos, são eles: Projeto Meninos e Meninas de Rua (São Bernardo do Campo), Movimento Nacional da População de Rua (São Paulo), Capão Cidadão (São Paulo), UNAS – Heliópolis (São Paulo), Cedeca Sapopemba (São Paulo), Associação Desportiva e Educacional do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos (São Carlos) e Centro Esportivo Raúl Tabajara (São Paulo).

Copa America de Futebol de Rua

Em 2015, dando continuidade as ações, de 16 e 24 de maio, aconteceu a Copa América de Futebol de Rua. Com patrocínio da Petrobras, a delegação brasileira foi uma das equipes que integrou o conjunto de delegações continentais, ao lado de Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, El Salvador, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, Paraguai, Peru e Uruguai. Além da Catalunya, equipe europeia que foi uma das convidadas especiais do encontro.

A delegação brasileira foi resultado da união de jovens mediadores(as) esportivos(as), formados(as) em seus polos desde o período do Mundial de Futebol de Rua. A atuação desses garotos e garotas acontece em suas organizações de origem, como lideranças e articuladores de encontros regulares de Futebol de Rua, no qual os participantes são crianças, adolescentes, jovens e adultos. Como resultado do trabalho destes que constróem a prática do futebol de rua no cotidiano, a delegação se consagrou campeã do torneio.

Rede Paulista de Futebol de Rua

Na intenção de expandir a metodologia do Fútbol Callejero para outras organizações, movimentos sociais e instituições públicas na cidade de São Paulo fez-se necessário a consolidação de um espaço coletivo dirigido e autogestionado por jovens lideranças que já atuam como mediadores(as) esportivos(as).

Portanto, consolidou-se uma rede que – antes de tudo – assegura os direitos da população jovem, bem como crianças e adolescentes, ao acesso a cidade, à cultura, ao esporte e ao lazer, por meio de ações formativas, festivais e encontros de futebol ocupando as ruas da cidade. Todo processo é pensado em ações que promovam o empoderamento de jovens lideranças, moradores(as) atuantes em territórios altamente vulneráveis como protagonistas dos processos históricos e sociais.

Integram esta iniciativa: Projeto Meninos e Meninas de Rua, Movimento Nacional da População de Rua, Capão Cidadão, UNAS – Heliópolis, Cedeca Sapopemba, Escola Estadual Romeu Montoro, Associação Desportiva e Educacional do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos, Centro Esportivo Raúl Tabajara e os CEUs (Centros de Educação Unificado) Jardim Paulistano e Butantã.

2 Comentários para "Sobre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é?

Na intenção de expandir a metodologia do Fútbol Callejero, surge a Rede Paulista de Futebol de Rua, um espaço coletivo dirigido por jovens lideranças

Participe

Agência de Notícias dos Polos

Confira as novidades e a programação dos polos, narradas pelos jovens mediadores.

Em breve

Participe da Rede com seu Polo!

Gostou da metodologia do futebol de rua? Quer fazer parte da Rede Paulista? Escreva e conte sua experiência

Cadastre-se
×